Circuito Urbano 2021


Outubro Urbano e o desafio das cidades sustentáveis

O ONU-Habitat realiza todos os anos o Outubro Urbano. O mês se inicia com o Dia Mundial do Habitat (4) e se encerra com o Dia Mundial das Cidades (31). O Outubro Urbano conta sempre com dois temas selecionados para estimular o debate entre diversos atores sobre como tornar a vida nas cidades melhor para todos. Em 2021, o foco do debate será no papel das cidades na luta contra a emergência climática, em preparação para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, COP26, que acorrerá entre 1º e 12 de novembro deste ano em Glasgow, no Reino Unido. O Dia Mundial do Habitat abordará o tema “Acelerando a ação urbana para um mundo livre de carbono” e o Dia Mundial das Cidades focará no tema “Adaptando cidades para a resiliência climática”.


Para promover o debate sobre os temas do Outubro Urbano de cada ano, o escritório do ONU-Habitat no Brasil criou, em 2018, o Circuito Urbano: uma iniciativa para dar visibilidade e apoio institucional a eventos organizados por diversas instituições em todo o país.

Em 2021, a 4ª edição do Circuito Urbano será realizada novamente de forma totalmente virtual, com eventos ao vivo ou gravados previamente, devido ao prolongamento da pandemia da COVID-19. O tema do Circuito Urbano 2021 é “Cidades na linha de frente da ação climática” e os eventos poderão ser relacionados a quatro linhas temáticas: 1) Cidades Sustentáveis e Livres de Carbono; 2) Cidades Inclusivas e Justas; 3) Cidades Saudáveis e 4) Cidades Resilientes.

Para o Circuito Urbano 2021, o Ipplam foi selecionado entre 207 inscritos em todo o país, e será o organizador responsável pelo evento no dia 25, com a temática “Planejamento urbano: desafio das cidades sustentáveis”, um webinarário com foco na política urbana para o desenvolvimento de cidades que buscam alinhar o crescimento urbano com questões ambientais e sociais.

Desta forma, serão realizados 5 painéis, com duração aproximada de 20 minutos, onde serão expostos os desafios da construção de uma cidade sustentável, desde a elaboração de sua legislação urbanística, da implementação de políticas públicas de habitação de interesse social e de agricultura urbana e compostagem como ferramentas para o desenvolvimento de comunidades.

Além disso, pretende-se expor como o planejamento urbano interfere diretamente na formação de ilhas de calor e pode contribuir para o sequestro de carbono, bem como abordar o desenvolvimento da arquitetura bioclimática no ambiente urbano, a fim de minimizar as emissões de gases do efeito estufa.


Programação do evento Planejamento Urbano: Desafio das Cidades Sustentáveis

Painel 1: Plano diretor e as cidades sustentáveis

Bruna Barroca, Diretora-Presidente do IPPLAM

Painel 2: Habitação de interesse social sustentáveis

Beatriz Fleury, Professora Adjunta do curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual de Maringá - UEM

Painel 3: Agricultura urbana e o desenvolvimento de comunidades sustentáveis na cidade de Maringá

Sami Messias, Diretora de Agricultura e Pecuária – Prefeitura do Município de Maringá

Painel 4: Eficiência energética nas edificações como forma de minimizar a emissão de carbono

Luciano Gagliardi Paez, Secretário Municipal do Clima de Niterói - RJ

Painel 5: Ilhas de calor e sua relação com o planejamento urbano

Professor Paulo Germano, Geógrafo.

SERVIÇO:

data 25/10/2021

horário 19 horas

transmissão https://www.youtube.com/watch?v=RJk-xWGZVAk

20 visualizações0 comentário