PIB de Maringá é o 5º melhor do País em cidades do mesmo porte



(foto Rafael Silva) A Prefeitura de Maringá divulgou essa semana os dados mais recentes do Produto Interno Bruto (PIB) da cidade. Os números são computados e disponibilizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O PIB maringaense chegou a R$ 19,3 bilhões em 2019, sendo o quarto no ranking paranaense e o 52º no brasileiro, aumento de 4,2% em relação a 2018. Entre os destaques está o setor de Serviços. O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá (Ipplam) indica que, numa comparação direta com municípios do mesmo porte, entre 400 mil e 500 mil habitantes, Maringá também está em evidência nacional, ficando atrás somente de Jundiaí, Betim, Piracicaba e Santos. “Um dos fatores que contribuem para o aumento do PIB em nossa cidade é o setor de Serviços. É o que mais impacta positivamente no crescimento da cidade”, diz o secretário de Fazenda Orlando Chiqueto, sobre mudança no perfil econômico de Maringá no decorrer dos anos. “Hoje, ele ocupa espaços onde predominavam o comércio, indústria e agropecuária antes”. LIMPO - O avanço do setor de Serviços registra um aumento de 3,8% entre 2018 e 2019. Chiqueto explica que se trata de um segmento limpo, que não degrada o meio ambiente, não gera resíduos ou interfere na mobilidade urbana. Ao contrário, gera muitos empregos qualificados, com remuneração elevada, com pouca dependência dos serviços públicos, o que acaba influenciando positivamente na geração de empregos de outros setores, a exemplo do comércio varejista. ACELERAÇÃO - A Gestão Ulisses Maia, desde 2017, cria programas para impulsionar toda a economia maringaense. Mesmo durante a pandemia de covid-19, Maringá se destacou economicamente no Paraná, sendo a maior geradora de empregos no interior, sendo também escolhida como a melhor cidade para viver no Brasil.

15 visualizações0 comentário