top of page

Maringá é destaque em programa de Soluções Baseadas na Natureza

Maringá foi uma das 10 cidades a participar do Acelerador em SBN do WRI Brasil


Crédito das imagens: Ricardo Jayme-Yantra Imagens/WRI Brasil


Evento de encerramento do Acelerador de Soluções Baseadas na Natureza (SBN), organizado pelo World Resources Institute (WRI) Brasil, foi realizado no dia 10 de Agosto, em Brasília. Os representantes das 10 cidades que participaram da primeira fase estavam presentes e apresentaram seus projetos, desafios e avanços. Duas cidades, Campo Grande (MS) e Maranguape (CE), foram selecionadas para continuar recebendo a mentoria e acesso a financiadores.


O Acelerador de SBN foi um programa de capacitação e mentoria para 10 projetos de cidades brasileiras selecionados, iniciando na fase de ideação, desenvolvimento até chegar ao estágio de projeto apto a receber financiamentos, ou ainda, parcerias para implementação.


Maringá, por meio de projeto idealizado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá (IPPLAM) foi uma das cidades selecionadas. Durante 9 meses a equipe do instituto recebeu capacitações, participou de mentorias, eventos presenciais e remotos sobre: Técnicas em Soluções baseadas na Natureza, Estruturação financeira, Governança e Pitch e Plano de Ação. “Foi um processo muito intenso e rico, de muito aprendizado”, disse Fernanda Marostica, Diretora de Planos e Projetos Territoriais do IPPLAM.



Crédito das imagens: Ricardo Jayme-Yantra Imagens/WRI Brasil


O programa encerrou sua primeira fase, com um evento de apresentação do pitch final do projeto a uma banca de qualificação. Na mesma data, o IPPLAM também participou do evento chamado FinanCidades, também organizado pelo WRI Brasil, na qual reuniu representantes de bancos e agências financiadoras do desenvolvimento urbano do Brasil e do exterior, onde os mesmos puderam conhecer o projeto desenvolvido pela equipe maringaense.


Maringá foi destaque durante todo o processo, por meio dos trabalhos entregues e da participação ativa da sua equipe nos eventos remotos e presenciais. Também foi destaque no evento final, onde diversos agentes financiadores demonstraram interesse com a implementação do projeto.


Segundo a Diretora Presidente do IPPLAM, Bruna Barroca, “A rede de contatos com as equipes das outras cidades e as mentorias as quais participamos foram fundamentais para o desenvolvimento deste trabalho. A troca de conhecimento e experiências foi muito rica e o contato para futuras parcerias continuam”.



Crédito das imagens: Ricardo Jayme-Yantra Imagens/WRI Brasil


Parque Multifuncional em fundo de Vale


O Projeto no qual o IPPLAM desenvolveu junto ao Acelerador, foi o do Parque Multifuncional em Fundo de Vale. A proposta do parque foi de uma abordagem sistêmica, utilizando a natureza como parte da solução dos problemas, reconhecendo e potencializando serviços ecossistêmicos e benefícios que os fundos de vale trazem para a população. Para a Diretora Fernanda Marostica, “o projeto mostra uma visão inovadora para lidar com as problemáticas da ocupação urbana. Trazer múltiplas funções aos fundos de vale avança em garantir que essas áreas propiciem simultaneamente ganhos ambientais, sociais e econômicos”.

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page