Eficiência Energética

Prefeitura inicia montagem do processo de licitação da modernização da iluminação pública de Maringá Começou na Prefeitura de Maringá o processo de preparação da licitação que terá o objetivo de modernizar e aumentar a eficiência energética na iluminação pública do município, com a troca de 50 mil lâmpadas. A ideia central é celebrar uma Parceria Público Privada (PPP) com uma empresa que seria remunerada com parte da economia mensal proporcionada pela modernização do sistema, algo em torno de R$ 1,5 milhão mensais. A elaboração do processo licitatório está sendo feita pelos engenheiros e técnicos da Prefeitura e tem a assessoria técnica da Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). O processo será baseado em projeto desenvolvido pelo Programa Felicity (Financing Energy for Low-carbon Investment – Cities Advisory Facility) iniciativa implementada pela empresa alemã GIZ (Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit) em parceria com o Banco Europeu de Investimento (BEI).

O projeto do Felicity foi apresentado na última semana em Maringá durante um workshop com a presença de autoridades e servidores que participarão do processo de elaboração da licitação. Na oportunidade, o Secretário de Governo de Maringá, Hercules Maia, frisou que o Plano Municipal de Governo prevê a troca de toda iluminação pública da cidade, o que deve gerar economia mensal de 1,5 milhão mensais. “Além da questão econômica, tem a segurança. Estudos mostram que a intervenção nos equipamentos públicos, principalmente em relação à iluminação podem reduzir a criminalidade”, pontuou Hercules Maia. O vice-prefeito, Edson Scabora lembrou que a administração tem realizado inúmeras obras de infraestrutura na cidade - praças, pista emborrachada, avenidas, iluminação. “A População passa a ocupar os espaços revitalizados, pois tem o sentimento de pertencimento”. Presente no evento, o vereador Sidnei Telles lembrou que a Câmara de Vereadores tem acompanhado com expectativa a concessão da iluminação pública. “Essa parceria vai exigir a fiscalização dos vereadores e da sociedade. Tenho um olhar muito positivo neste projeto”, ressaltou. O evento contou também com a presença dos secretários municipais

Projeto ANDUS O Projeto de Apoio à Agenda Nacional de Desenvolvimento Urbano Sustentável no Brasil (Projeto ANDUS) contempla 6 municípios brasileiros, dentre eles a cidade de Maringá, que apresentou projeto de Financiamento de Desenvolvimento Urbano Sustentável, através dos técnicos do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano (IPPLAM) . Explicou a diretora-presidente do Instituto, arquiteta Bruna Barroca, que o Projeto faz parte da cooperação técnica internacional firmada entre o governo brasileiro, com coordenação do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), e o governo alemão, por meio do suporte técnico da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH (agência alemã de cooperação internacional). “O objetivo do Projeto é apoiar atores nos níveis federal, estadual e municipal na implementação de estratégias de desenvolvimento e gestão urbana sustentável, considerando as agendas internacionais pactuadas pelo Brasil, em especial a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a Nova Agenda Urbana (NAU),” destacou .

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo